Psicologia bariátrica

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) promove, nesta sexta-feira e sábado, dias 26 e 27 de junho, o I Curso básico de psicologia bariátrica do Norte/Nordeste, dirigido a psicólogos, psicólogos residentes e estudantes de psicologia, no Real Hospital Português do Recife. “Nosso objetivo é treinar e aperfeiçoar os profissionais que atuam na área”, explica Joana Cristina, organizadora do evento.

A iniciativa inédita da SBCBM se justifica em função do avanço da obesidade e, consequentemente, do crescimento do número de cirurgias bariátricas em todo o mundo, sobretudo nos Estados Unidos (1º no ranking) e em países emergentes, como é o caso do Brasil (2º no ranking). De acordo com a sociedade, o amento no quantitativo de intervenções realizadas pelos serviços públicos e privados aqui no Brasil no último ano foi de 90%; em dez anos, de 300%.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), pacientes com Índice de Massa Corpórea (IMC) acima de 35% com complicações como apneia do sono, hipertensão arterial, diabetes, aumento de gordura no sangue e problemas osteomusculares estão aptos a se submeterem à cirurgia; e pacientes com IMC de 40% que não tenham obtido sucesso na perda de peso com outros tratamentos, também.

Além do acompanhamento do cirurgião bariátrico, o paciente deve ter assistência – antes e depois da intervenção – de uma equipe multidisciplinar formada por especialistas em endocrinologia, nutrição, educação física, fonoaudiologia, fisioterapia, enfermagem e psicologia. “É justamente pela importância dessa equipe que a SBCBM promove o curso, um fórum onde serão debatidos os aspectos emocionais e íntimos dos pacientes bariátricos como o preparo psicológico, o acompanhamento no pós-operatório, os cuidados com o paciente adolescente e com os familiares do obeso, os transtornos alimentares e o alcoolismo na pós-cirurgia”, conclui Joana Cristina.

Posse

Laís Godoy

02.12.14

Fundada em 1996, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) é a segunda maior sociedade nacional do mundo em número de associados. São 1079 membros entre cirurgiões e profissionais de especialidades associadas que trabalham para estimular a boa prática da profissão, estimular o aprimoramento técnico da especialidade e agregar especialistas com objetivos afins.

É nesta história de 18 anos que, pela primeira vez, um cirurgião de fora do eixo Sul/Sudeste fica à frente da instituição. O pernambucano Josemberg Campos deixa a vice-presidência da sociedade para assumir a presidência pelos próximos dois anos. “Depois de ter passado esse período no cargo de vice-presidente estamos preparados para ficar à frente da sociedade. Vamos trabalhar para promover a ampliação e a qualificação científica dos profissionais de todas as especialidades envolvidas com a sociedade, além da permanência da manutenção do fortalecimento da SBCBM, e, sobretudo, pelo nosso paciente”, informa Campos.

No biênio 2013/2014, o cargo esteve ocupado pelo cirurgião paulista Almino Ramos. Nas gestões anteriores, apenas um carioca e um paranaense estiveram à frente da sociedade. Os demais foram todos de São Paulo. Como presidente da SBCBM, Josemberg Campos tem prioridades na gestão. “Vamos trabalhar incansavelmente na normatização da cirurgia metabólica, estimular a ampliação e a formação de novos centros de excelência no país e dar início ao programa de registro nacional de dados em cirurgia bariátrica e metabólica”, finaliza.

Currículo – Josemberg Marins Campos nasceu em Belém do São Francisco, no Sertão de Pernambuco, estudou medicina no Recife, é cirurgião e endoscopista, é mestre e doutor em Cirurgia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), professor-adjunto do Departamento de Cirurgia da UFPE, sócio da clínica Neogastro e membro do grupo de pesquisa da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva e de Cirurgia do Diabetes (UFPE/CNPq).